Távola De Estrelas: Novo tempo...

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

Novo tempo...

Postado: Daniele Dallavecchia On quarta-feira, novembro 24, 2010 3 Carinhos de Luxo





Acordei com as batidas do meu coração,

saltavam dentro deste apertado arcabouço.

Um misto de despedida, dor e perdão,

desprendendo-me do muito que durou pouco...

Sofri ainda pelo apego àquela doida paixão,

mas tive coragem de lutar contra meu louco,

destemido, atrapalhado e infantil coração.

Nada de ruim ficou...Lágrimas tampouco...

Categories:

3 Response for the "Novo tempo..."

  1. Jacque :) says:

    Nem sempre é fácil se desapegar daquilo q nos prende sabe-se lá por onde... Com forças desconhecidas, tem poder sobre nós..e a ausência deixa um vazio....como se um pedaço de nós tivesse se desprendido...
    Renunciar a uma paixão, a um amor é como vc diz...um ato de coragem... Ai poeta, nem sempre apenas coragem é suficiente...
    Ahhh.... as batidas do coração.....estas revelam q a batalha acabou e q a vitória contra o insensato coração chegou....Sim...pq qnd a paixão deve acabar..o amor deve ser enterrado, escondido....o coração já nao bate..é moribundo...e ele voltar a bater é sinal q há vida..e ela continua...

    Belíssimo poema....

  2. Eduarda says:

    Há sempre uma batalha com o que não queremos largar...mas momentos em que temos mesmo que nos desligar.

    bj

  3. Runa says:

    É preciso destruir o velho, para dar lugar ao novo, por muito enraizado que aquele esteja e por muito que reclame o coração.

    Bjs

Postar um comentário

Beijinhos