Távola De Estrelas: Obrigada, minha amiga Nina!

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

Obrigada, minha amiga Nina!

Postado: Daniele Dallavecchia On terça-feira, março 22, 2011 4 Carinhos de Luxo


Quando a noite me cobria com seu manto negro,
foste tu, anjo bom, que me seguraste a mão,
quando meu rosto era o mais puro retrato da tristeza,
foi a tua força que me guiou os passos, consolação!
Quando a mentira me roubou a alegria,
foi a tua fé que me salvou da eterna nostalgia...
As lágrimas banhavam-me dia-após-dia...
Me mostraste um Deus que eu não conhecia,
E porque você me amou, minha visão se abriu,
meus passos seguiram os teus e eu me reencontrei...
Todo o teu zelo, teu afeto, tua mais sincera compaixão,
foram fundamentais para me salvar a alma e o coração...
Por ser tranquila, por ser sincera, por ser tão amiga,
te agradeço e reconheço a minha salvação! 
Tua bondade infinita, mais que uma qualidade, é um dom!
Meu caminho seria estrada torta, solidão sem volta,
colisão, labirinto, fragmentos de mim... desilusão,
não fossem tua fé e devoção, comiseração!
Meu anjo, meu escudo, minha oração viva, estrela guia,
obrigada por me devolver o arco-íris, antes desbotado,
poema mudo, fadado ao precipício, marasmo sem fim...
Teu amor é meu exemplo, flor divina, carmesim,
hoje sou feliz porque devolveste o melhor que havia em mim!

4 Response for the "Obrigada, minha amiga Nina!"

  1. Daniele muito lindas suas letras uma amizade asim e un tesoro que se cuida eterna... ela que esta ai nas horas de dor y fican asim a teu lado son verdadeiras... felicidades por ter ela...

    saludos
    otima semana
    abracos

    obrigado sempre pela sua amizade..

  2. Malu says:

    Linda homenagem...
    É bom ter amigos assim.
    Abraços

  3. Daniele, linda maneira de expressar o prazer da amizade! Linda também a canção do blog. Fiquei maravilhado. Notei um sotaque português no cantor. Estou certo? A canção é do Roberto Carlos? Desculpe perguntar.

    Convido para que leia e comente no http://jefhcardoso.blogspot.com/

    “Que o dom da escrita me sirva como arma contra o silêncio em vida, pois terei a morte inteira para silenciar um dia” (Jefhcardoso)

  4. Minha querida amiga, como falar que estou maravilhada com esse poema, isso é resultado de uma Fé inabalável minha menina e filha na Fé...
    amo-te muito e sei o quanto esse coração sofreu e precisou de socorro certo na hora exata...
    beijo grande
    Nina

Postar um comentário

Beijinhos