Távola De Estrelas: Quando você não está...

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

Quando você não está...

Postado: Daniele Dallavecchia On sexta-feira, abril 08, 2011 8 Carinhos de Luxo



Mal amanhece o dia,
e a tua ausência já me torna nostalgia...
estou distante do desejo 
que tanto queria:
despertar com a manhã que te alumia...
Ando pelas ruas,
tropeço neste desespero,
debruço-me na janela
do eu-te-espero,
e me deixo...
abandonado neste lençol, 
do muito te quero,
esbarrando com a má vontade
dos ponteiros...
prisioneiro desta saudade,
neste desdenhar dos relojoeiros...
E tudo perde o sentido,
e tudo me ganha de tão perdido!
porque sem você, meu amor,
nada possui a graça de ser,
seja lá o que for,
porque sem você , 
meu fio-condutor
todo o meu ser é dor
de não poder , em ti , 
alojar o morador
que te sou...
tudo me parece sem cor...
tudo pára, aqui e mais além,
e me deixo morrer,
crucificado no vazio
de vinte quatro horas
sem você...








Dueto: Dallavecchia & Sommerville

8 Response for the "Quando você não está..."

  1. "E tudo perde o sentido,
    e tudo me ganha de tão perdido!"
    E assim a gente vai vivendo, traçando nossos caminhos ora sem cor, ora colorido.
    Linda poesia, parabéns!

  2. Malu says:

    Pois deixar-se morrer na presença do criador é como perder a alma e nunca mais encontrar o AMOR.
    VIVER e superar as distâncias... as ausências... eis aí o mistério de ser estar FELIZ...
    Um poema sensível e belo, porém dorido...
    Abraços, menina e sempre grata pelo seu carinho

  3. Los Dias nao sao os mismo de calor so frio... nao verano so inverno.. noches sin estrelas luna que se eclipsa....amiga un belo poema que claro se percebe o sentimento que deixa nele... felicidades amiga

    abracos
    otima semana
    saludos

    obrigadoo sempre pela sua linda amizade Daniele..

  4. Will says:

    Que lindo, lindo mesmo.
    abç

  5. Oi querida Dani,

    Lindo seu poema...
    Achei maravilhoso o poema de vocês dois, isso mostra a sintonia mesmo estando distando do físico, prova que estão muito perto do coração e isso é o que importa...

    Beijos e parabéns

    Beijos

    Ani

  6. Verinha says:

    Que fantástico esse dueto!.. Vocês realmente nos proporcionam momentos encantadores com suas poesias!

    Beijocas super em seu coração Daniele & Luiz!!

    Verinha

  7. Dani, querida , eu não posso comentar este(nosso)poema! Ó !
    Fica-me o consolo de, ao lê-lo, TE ENCONTRAR , minha linda musa!
    Beijo!

  8. Olá linda Daniele! Grata por ter se lembrado de mim. É verdade amiga, devemos viver e amar sempre, eu acredito nisso. Foi o lema que coloquei no meu perfil. Respeitar o amor acima de tudo. Desilusão? Nunca tive isso, a vida tem fases, as vezes apenas nos iludimos porque estamos presos a fantasias e isso nos dá a senssação de que algo existiu. Edith Piaf eu comprei o filme em DVD original é claro, vem 2 cd's, inclusive eu tenho uma publicação a respeito da vida dela e um pedaço do filme em que eu adicionei no meu blog também, depois vá ver lá, quando tiver um tempinho. Sommer? deve ser o Luiz Sommerville a quem vc se refere. Linda pessoa e pode estar certa que estará sempre em boas mãos Esse dueto aqui também vai longe. O blog está demais. Não se preocupe, venha sempre me visitar, assim somos uma família e somos amigos e amigos sempre completa e passa forças positivas. Eu vivo um dueto também na minha vida, sou noiva, e temos que ser responsáveis por quem nos ama. Meu noivo me ama, e agora, mais do que nunca eu vejo isso. Oremos, rezemos, sempre para que coisas desse tipo não mais afete nosso povo brasileiro, porque de violência estamos saturados. Apesar de ser um fato isolado, devemos sempre observar que as legislação também propicia esses crimes dessa natureza. Muito grata Dani, abraço com muita ternura da sua amiga Luciana Goyaz.

Postar um comentário

Beijinhos