Távola De Estrelas: Mal de Poeta

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

Mal de Poeta

Postado: Daniele Dallavecchia On sexta-feira, julho 08, 2011 1 Carinhos de Luxo
























Talvez eu veja mais
do que meus olhos queiram,
talvez minha pele sinta mais
do que meu corpo suporte,
meus sentimentos são a intensidade
além daquilo que posso...
e eu não posso...
Estrelas gostam de brilhar,
ascender ao mais alto ego,
e talvez eu esteja perdida
no meio desta estrada...
E porque vejo demais
também sofro além...
E por ser poeta
tudo é exageradamente sentido
e não há nisto sentido
quando meus olhos são rios d'água
da mais pura tristeza
e por mais que eu tente
nunca alcançarei a meta
do que um dia sonhei...
E porque sonho sozinha
é que as flores que germinam
dentro de mim
duram tempo suficiente
para escapar da realidade...


Daniele Dallavecchia

1 Response for the "Mal de Poeta"

  1. Evanir says:

    Com enorme carinho
    agradeço de coração por compartilhar
    momentos tão agradaveis e tão importantes para mim.
    Certamente vera essa mensagem em outros blogs
    mais isso é tudo que posso fazer hoje.
    E jamais vou deixar de agradecer a bondade
    de estar sempre no meu blog acariciando meu corção.
    Agradeço e reconheço que Deus nunca nos deixa sozinho.
    Um beijo no coração,Evanir.

Postar um comentário

Beijinhos