Távola De Estrelas: O Triunfo Do Amor (Incondicional II)

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

O Triunfo Do Amor (Incondicional II)

Postado: Luiz Sommerville Junior On sexta-feira, setembro 02, 2011 4 Carinhos de Luxo

Amor... meu amor , 
minha menina sem idade 
que irradia sol por todos os poros , 
que me estendes a prata da lua 
na extensão desse teu sorriso de luz . 
Como posso soletrar o quanto eu te amo? 
Como articular o como eu te amo sem cair na mesmice ? 
Não sei... 
Sei apenas que Te Amo por cada miléssimo de ar que respiro . 
Amo-te em cada centelha de esperança . 
Que Te Amo em cada curva dessa estrada 
que tu desenhas para os meus pés . 
Amo-te em cada vitória de um dia vencido 
e do céu me aproximo com as mil asas que tu me deste . 
Só sei que te amo em cada lágrima minha 
e tu que regas os espinhos que nos ferem 
e mesmo assim se transformam em flores 
para o nosso jardim secreto 
cuja chave apenas nós possuímos . 
Amo-te em cada desejo de vida 
por mais sofrida que ela seja, 
que mesmo permeada de dores ainda tem sentido e beleza
pois é assim que tu me ensinas a ver e amar . 
Minha adorada...meu Mestre perfeito, minha mulher completa .
Amo-te em cada minuto que anseio nos teus braços . 
Amo-te em cada batida do meu coração 
que às vezes ameaça parar, mas mesmo assim sabe 
que tem que continuar pois ele pertence-te . 
Amo-te  em cada alívio da dor que diminui 
em cada pequenina vitória, 
em cada letra que te escrevo, 
em cada "olá amor...como estás tu? 
Como um código secreto de que tudo vai bem e logo ficará melhor . 
Amo-te ,minha menina , 
amo-te em cada molécula das minhas células imperfeitas,
amo-te em cada extensão desse meu dna defeituoso,
amo-te mesmo enxergando tão mal com essas lentes raladas,
e mesmo assim vejo-te tão bela 
e me derramo numa ternura suave que quase falta flutuar .
Amo-te incontáveis vezes, milhões e milhões de vezes 
num orgulho de ouro e diamantes, 
duma rainha dum único nome - o teu . 
Amo-te desesperadamente inocente,
igual à criança que se joga do alto da janela pros braços do pai 
confiante incondicionalmente que jamais se machucará . 
Amo-te, minha menina...
amo-te na velocidade dos dedos que tentam seguir o cérebro e a alma, 
seguindo a canção e mesmo assim se perdem 
entre os passos dessa dança de saudade louca 
e segue indo porque sabe que o adiante é dentro do teu peito-
aconchegado no centro do teu sorriso. 
Amo-te feito terremoto e nascente .
Amo-te em serenidade duma tempestade de pura luz ...
Amo-te que chega a doer ... doer 
E não posso e nem quero viver sem esse martírio lindo. 
Amo-te porque tu és o meu centro e o meu prumo , 
meu sono e meu despertar . 
Amo-te porque amanheço e adormeço,
vivo e renasço no inicio e final do teu nome 
porque Dele e nele está o meu , 
Dele e Nele está o meu existir de Amar (te).




Dedicado à minha esposa Daniele


Luiz Sommerville Junior
A Madrugada Das Flores 10012011

4 Response for the "O Triunfo Do Amor (Incondicional II)"

  1. Coração do meu coração, meu marido abençoado,
    amado da minha alma, teus versos são pétalas
    estelares, de cor cintilante, pontinhos que reluzem
    em cascata, costurando um vestido encantado
    para enfeitar o meu corpo, teu nome está sacramentado
    no altar em que ajoelho-me e oro todos os dias,
    em gratidão e adoração, posto que Deus enviou-me
    seu mais belo filho para que de mim cuidasse.
    Sou eternamente grata ao Pai!
    Meu príncipe, nenhuma palavra que eu aqui disser
    poderá expressar a imensidão do que eu sinto,
    mas posso te dizer que eu sou por você,
    eu respiro e clamo o teu nome,
    eu morreria por você, daria tudo o que tenho
    por ver teu sorriso.

    Saiba que sinto-me a mais abençoada entre as mulheres
    porque você me ama!

    Beijo, meu meiguinho.

    Te amo!

    Tua esposa

    DaniSommer

    Sempre*DS*SD*erpmeS

  2. Van says:

    Chego a me perguntar se haveria amor mais bonito que este. mas me corrijo, todos os amores são belos, o que difere é a capacidade de externa-los e vocês a possuem enormemente, isso é alimento ao amor.

    Lindos os rostos estampados de felicidade dos dois

    Beijos!

  3. Amiga Van, tuas palavras são sensíveis e belas. Sim, todos os amores são belos, mas, na minha opinião, desde que sejam verdadeiros. Muito obrigada amiga, pelo teu carinho.

    beijinhos nossos

    JD

  4. Oi Dani,

    bela poesia.

    abraço

    Paulo

Postar um comentário

Beijinhos