Távola De Estrelas: Te Amo! - O Triunfo do Amor (Incondicional II)

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

Te Amo! - O Triunfo do Amor (Incondicional II)

Postado: Luiz Sommerville Junior On quinta-feira, outubro 20, 2011 3 Carinhos de Luxo



Amor... meu amor ,
minha menina sem idade 
que irradia sol por todos os poros , 
que me estendes a prata da lua 
na extensão desse teu sorriso de luz . 
Como posso soletrar o quanto eu te amo? 
Como articular o como eu te amo sem cair na mesmice ? 
Não sei... 
Sei apenas que Te Amo por cada miléssimo de ar que respiro . 
Amo-te em cada centelha de esperança . 
Que Te Amo em cada curva dessa estrada 
que tu desenhas para os meus pés . 
Amo-te em cada vitória de um dia vencido 
e do céu me aproximo com as mil asas que tu me deste . 
Só sei que te amo em cada lágrima minha 
e tu que regas os espinhos que nos ferem 
e mesmo assim se transformam em flores 
para o nosso jardim secreto 
cuja chave apenas nós possuímos . 
Amo-te em cada desejo de vida 
por mais sofrida que ela seja, 
que mesmo permeada de dores ainda tem sentido e beleza
pois é assim que tu me ensinas a ver e amar . 
Minha adorada...meu Mestre perfeito, minha mulher completa .
Amo-te em cada minuto que anseio nos teus braços . 
Amo-te em cada batida do meu coração 
que às vezes ameaça parar, mas mesmo assim sabe 
que tem que continuar pois ele pertence-te . 
Amo-te em cada alívio da dor que diminui 
em cada pequenina vitória, 
em cada letra que te escrevo, 
em cada "olá amor...como estás tu? 
Como um código secreto de que tudo vai bem e logo ficará melhor . 
Amo-te ,minha menina , 
amo-te em cada molécula das minhas células imperfeitas,
amo-te em cada extensão desse meu dna defeituoso,
amo-te mesmo enxergando tão mal com essas lentes raladas,
e mesmo assim vejo-te tão bela 
e me derramo numa ternura suave que quase falta flutuar .
Amo-te incontáveis vezes, milhões e milhões de vezes 
num orgulho de ouro e diamantes, 
duma rainha dum único nome - o teu . 
Amo-te desesperadamente inocente,
igual à criança que se joga do alto da janela pros braços do pai 
confiante incondicionalmente que jamais se machucará . 
Amo-te, minha menina...
amo-te na velocidade dos dedos que tentam seguir o cérebro e a alma, 
seguindo a canção e mesmo assim se perdem 
entre os passos dessa dança de saudade louca 
e segue indo porque sabe que o adiante é dentro do teu peito-
aconchegado no centro do teu sorriso. 
Amo-te feito terremoto e nascente .
Amo-te em serenidade duma tempestade de pura luz ...
Amo-te que chega a doer ... doer 
E não posso e nem quero viver sem esse martírio lindo. 
Amo-te porque tu és o meu centro e o meu prumo , 
meu sono e meu despertar . 
Amo-te porque amanheço e adormeço,
vivo e renasço no inicio e final do teu nome 
porque Dele e nele está o meu , 
Dele e Nele está o meu existir de Amar (te).



Luiz Sommerville Junior 100120111717


3 Response for the "Te Amo! - O Triunfo do Amor (Incondicional II)"

  1. Amor, meu menino iluminado, meu anjo Jo...
    Este poema me marcou tanto que eu o imprimi
    e guardei na minha agenda.
    Ele é um dos mais lindos poemas de amor que eu já li e, imagina,
    meu meiguinho, a minha felicidade em saber que você o fez pra mim?

    É por isso que te digo,
    valeu à pena cada lágrima de luta e desespero,
    valeu à pena a longa espera,
    valeu à pena o tremer de pernas no aeroporto
    e toda aquela torcida, toda aquela gente esperando
    e eu apenas queria te abraçar...
    Valeu à pena esperar:
    pelo primeiro beijo nos teus lábios,
    pela primeira vez que vi teu corpo
    e pela nossa primeira noite de amor...
    Valeu tanto à pena, por descobrir
    que nossos cheiros se parecem,
    que até a nossa risada é tão igual
    que o nosso comportamento na rua
    é o mesmo e que quando penso numa coisa
    lá está ela saindo da tua boca...
    Sabe meu amor, essa caixinha de biscoito
    que anda vazia porque o biscoito de baunilha
    nunca mais apareceu no mercado?
    Pois é, não valeu à pena tê-lo saboreado
    e descobrir que não há mais nenhum biscoito
    de baunilha igual neste mundo?
    E é por isso que deixamos a caixa vazia,
    porque cada coisa maravilhosa tem o seu valor
    inestimável e insubstituível...
    Sim, meu amor...
    tudo valeu à pena
    só para eu estar nos teus braços
    e todas as noites
    agradecer a Deus
    por ter você ao meu lado...
    sempre
    sempre
    sempre

    e desde o início
    quando as tuas letras se juntaram com as minhas,
    num par de letras feliz,
    quando Dionísio ganhou a chave,
    Nunca mais DS*SD deixou de ser
    Sempre DS*SD erpmeS
    e nunca
    deixará de ser o que é,
    o que foi
    e o que sempre será.
    Porque eu te amo!

    beijo, meu lindo Jo.

    Amém!

  2. Verinha says:

    Primeiramente quero agradecer vocês por aceitarem meu convite e estarem comigo nesta minha nova caminhada.. Obrigada de coração!
    É muito lindo e gostoso entrar aqui e deparar com poesias tão repletas de sentimentos.. dá vontade de não sair mais :)

    Um beijo imenso no coração de vocês..
    Verinha

  3. Lindo seu post. Parabéns!
    Passei pra conhecer seu blog, e gostei muito e já estou te seguindo... Convido pra conhecer meu blog e me seguir se gostares. Um abraço!
    Smareis

Postar um comentário

Beijinhos