Távola De Estrelas: Calígula - Albert Camus

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

Calígula - Albert Camus

Postado: Luíz Sommerville Junior On domingo, junho 17, 2012 0 Carinhos de Luxo

Resultado de imagem para calígula
Da loucura se fez o Rei
aquele que a muitos amava
com alucinada inclinação,
sendo imperador sem lei
duma aterrorizada nação,
teatro, orgia, insatisfação
Calígula, príncipe da desilusão
morreu afogado em sangue
e ninguém soube , afinal,
se tinha coração...

Daniele Dallavecchia 16062012,23:21
in Crítica pela Crítica

0 Response for the "Calígula - Albert Camus"

Postar um comentário

Beijinhos