Távola De Estrelas: Do nosso Amor

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

Do nosso Amor

Postado: Luíz Sommerville Junior On sexta-feira, junho 01, 2012 0 Carinhos de Luxo



Carrego no corpo
as marcas
do teu desejo abafado,
da tua paixão desenfreada,
freada pelo tempo
e pela incompreensão
da tua necessidade acumulada
da tua virilidade calada
na busca frenética duma razão
dum amor para viver
dum sabor para o teu fino paladar,
o antigo desejo de ter
o pleno, o vivo, o sadio,
sem desculpas ou mentiras
apenas a entrega sincera
no roçar dos corpos
no arder das bocas em febre
na dança louca da imaginação
que não é oca, mas ação!
e quando meu corpo cansado pede calma
não é fuga
mas fôlego para o teu insaciável
desejo de um Zeus na terra minha,
a festejar o encontro do procurado:
teu mundo d'amor
um dia
tanto desejado!

Tua Dan, 0106201202:43

...in resposta...
Eu
queria escrever
o poema
o mais belo do mundo
mas para tal feito
necessitaria
do melhor poeta
do universo
Eu
que até conheço
o poeta mais genial
entristeço-me
porque
não foi ele que escreveu
o poema
o mais belo do mundo !
Na verdade
o poeta
o melhor do universo
jamais poderia
dar à vida, parir
o dia da tua luz
ó poema
o mais belo do mundo
de que modo Camões ou Pessoa
Shakespeare ou outro qualquer
poderiam redigir
a carne , tua !...
se é o meu corpo
que te sente por inteiro ?
Então o poeta
o único que faz milagres
em cada verso
que não escreve
sorri
é ele uma nuvem clara como a paz
de Deus ... ou do homem ...
a vida escreve-te , meu amor ,
e eu maravilhado ...
contemplo-te

Teu Jo , 0106201202:58


Dallavecchia`s in A Liberdade do nosso Sexo

Categories: , , , , ,

0 Response for the "Do nosso Amor"

Postar um comentário

Beijinhos