Távola De Estrelas: A Nossa História

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

A Nossa História

Postado: Daniele Dallavecchia On sexta-feira, setembro 07, 2012 3 Carinhos de Luxo


Noites de pele
que não sabem se desgrudar,
dias de olhos
que não se podem deixar de olhar
e a vida vai levando o seu ritmo...
tão diferente
de nós,
do nosso amor
da soma única de nós dois...
E se vamos sobreviver ao tempo errado
em que nascemos?
Sei lá, meu bem,
mas sei que se estiver ao teu lado
tudo está sempre bem...
Ruas sem fim,
sonhos sem rota,
janelas e portas
que podem ou não se abrir,
mas, e daí?
Deus é o Pai, tu és o marido e eu a esposa,
lindos são os lírios do nosso campo...
campo de estrelas
acampadas na nossa íris
que só vê a beleza desse amor que nasceu
e nunca  há de morrer
nem no dia cabal
em que nossos corpos cansados ,
entrelaçados um ao outro
deixarão esta terra insana.
Mas sou feliz hoje
por poder e saber viver
o tesouro e a arca escondida
- o AMOR-
que Ele nos reservou...

Daniele Dallavecchia, 06092012,2308

Obrigada meu marido por ser o centro e todos os lados que me mantém sempre bem!

3 Response for the "A Nossa História"

  1. fabiofan says:

    Parabéns ao casal e a tão apaixonada Daniele e Jorge, que DEUS ilumine sempre o caminho de vcs

    abraços

  2. JouElam says:

    Minha querida , escreveste um dos mais belos poemas que eu tive o privilégio de ler , salpicando a nossa
    vida com a beleza da poesia que somente esse teu ser seria capaz de gerar . Emocionado estou ... e para
    não escapar à regra ... estou sem saber o que dizer-te ... És bela demais , sendo que a beleza do ser nunca
    é demasiada , no teu caso , é , pura e simplesmente , CERTA e encantada ! Gostaria de poder responder a
    algumas questões inquietações , que esta poesia de fino recorte coloca , mas ...respondo com as tuas
    palavras "mas sei que se estiver ao teu lado/tudo estará sempre bem".E, prosseguindo com o que tu
    escreveste , assino já aqui o amor que tanto sonhei e que , graças à tua generosidade , finalmente vivemos .
    Te amo loucamente .
    Grato , minha adorada V , por mais um momento sublime . Beijo intenso de amor SEMPRE !
    Teu Jorge Dallavecchia Silva

    "de nós,
    do nosso amor
    da soma única de nós dois..."
    um novo caminho se escreve
    somando o nome aos nomes
    e os punhos verterão no papel lavrado
    os desenhos que os corações
    há muito haviam guardado
    para o dia que de todos é o mais abençoado
    assinatura trémula , só podia ser !,
    da ventura que um dia nasceu , para nos querer
    a escrever , bem bailado , o apelido
    que se quer entrelaçado
    agora é igual , o final da nossa grafia
    assim , em ambos , nós , se fez o nome beijado
    ... e sempre ... sempre gritarei :
    Dallavecchia !
    ó ! Nome amado !


    Teu teu teu teu , DS *SEMPRE SD , adoro-TE

  3. Meu amor,
    o nome entrelaçado,
    das letras felizes,
    sempre!
    E assim será,
    como era no princípio
    porque o céu desceu na terra
    no dia em que ouvi
    o teu TE AMO
    pela primeira vez.

    Obrigada por ser o meu amor hoje e sempre.
    Te amo demais!

    Tua Daniele Dallavecchia Silva

Postar um comentário

Beijinhos