Távola De Estrelas: A Cura

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

A Cura

Postado: Daniele Dallavecchia On terça-feira, novembro 06, 2012 0 Carinhos de Luxo



A noite chega com seus contos de terror,
motivo à parte para fortalecer nosso amor.
No escurecer triste da cidade, o quarto
é o aconchego e refúgio dum apertado abraço

Olho aflita pela janela; a tua volta, esperando
e como uma criança assustada, vejo-me orando
para que logo chegues ao abrigo do nosso teto
E a felicidade de te ver a voltar é todo encanto

Ó falta de ar que me assola os pulmões
não vês pantera maldita que sofro esta desventura
de tão jovem não poder saltar com rojões

Mas se cuidares de mim, amor,  com tuas mãos
sei que toda a dor transmutará em rara cura
e logo o medo e terror que senti, enfim, sessarão.

Daniele Dallavecchia , 06112012, 14:37

Categories:

0 Response for the "A Cura"

Postar um comentário

Beijinhos