Távola De Estrelas: Novembro 2012

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

Do Amor II (Eterna paixão minha e tua)

Postado: Luíz Sommerville Junior On domingo, novembro 25, 2012 1 Carinhos de Luxo


Só sei amar pensando em ti 
quando penso numa ida ao cinema 
no dia do nosso casamento 
ou nas nossas alianças 
não sou eu a pensar nas coisas propriamente ditas 
mas sim o amor que em mim és 
manifestando-se 
porque todas as coisas 
têm o teu nome e , 
insistindo , 
sim , 
só sei amar pensando em ti 


À Dani 

JouElam 241120122024 


Do Amor (Eterna paixão minha e tua)

Postado: Daniele Dallavecchia On sábado, novembro 24, 2012 2 Carinhos de Luxo


Bailo no ritmo da tua música,
freneticamente hipnotizada
deixo-me levar pela loucura
da tua carne tão desejada...
Me solto, me lanço, me entrego,
me machuco, me satisfaço
e no final, tudo o que sei
é que sou tua,
sempre e cada dia mais,
porque sou teus poros,
você minha transpiração,
somos mais que eterna união,
além de toda e qualquer razão,
somos o mais intenso e puro
coração,
sem ponto de interrogação!


ao meu amor Jo

Daniele Dallavecchia , 24.11.2012


Vermelho É O Amor

Postado: Luíz Sommerville Junior On sexta-feira, novembro 09, 2012 2 Carinhos de Luxo


As estrelas , planetas , cometas , asteróides
todos os astros
são :
no dia , na noite , na tarde
ao entardecer
e também ao alvorecer
são , os astros todos
que constroem todos os instantes
sem eles para que serviriam
os olhos meus ?
mas é à noite
que todas as vibrações luminosas do universo
de emissão directa ou reflectida
se tornam pungentes
tão intensas
nos olhos teus
que dos meus
em perpétua repetição
se abrem para te ver
sossegar no leito da criação
até que ...
seja dia
a brilhar nas tuas pupilas
em dilatação
tão intenso é
o renascer
do que nasce sem nunca morrer
puramente ... é !
como os astros são ! ...
todos eles estão lá
- que é em nós o mais perto , em união
de nós mesmos -
é que ...
todos os astros são ... sempre !
nós é que
erradamente ou não ...
acreditamos que eles existem para nós
quando na verdade
nós existimos porque eles são - os astros
como tu , meu amor ,
e ainda que eu não te visse
tu continuarias a pulsar incessantemente
tal e qual o Sol
que é permanente !

Teu , Jo


LSJ , 081120122156


A Cura

Postado: Daniele Dallavecchia On terça-feira, novembro 06, 2012 0 Carinhos de Luxo



A noite chega com seus contos de terror,
motivo à parte para fortalecer nosso amor.
No escurecer triste da cidade, o quarto
é o aconchego e refúgio dum apertado abraço

Olho aflita pela janela; a tua volta, esperando
e como uma criança assustada, vejo-me orando
para que logo chegues ao abrigo do nosso teto
E a felicidade de te ver a voltar é todo encanto

Ó falta de ar que me assola os pulmões
não vês pantera maldita que sofro esta desventura
de tão jovem não poder saltar com rojões

Mas se cuidares de mim, amor,  com tuas mãos
sei que toda a dor transmutará em rara cura
e logo o medo e terror que senti, enfim, sessarão.

Daniele Dallavecchia , 06112012, 14:37