Távola De Estrelas: Egocêntrico

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

Egocêntrico

Postado: Luíz Sommerville Junior On sexta-feira, março 08, 2013 3 Carinhos de Luxo


Todo o poeta
é um egoísta
quando morre
imagina todo o mundo a chorar
por ele
para ele voltar à Terra
imagina ele ,
todo o mundo lendo as suas poesias
como se ler matasse a fome de pão
como se ler salvasse os pobres de condição
ou como se escrever tornasse imortal
a videira do meu quintal
quando eu morrer
o mais que poderá acontecer
será o infinitivo do verbo
esquecer !
todo o poeta é um egoísta
queria ele que a mulher sofresse
a solidão de todos os tempos
para se consolar
e poder afirmar
a minha querida é minha
mesmo depois da vida !
quanta presunção
habita no estranho coração
do poeta
que pode ou não
ser
como se na Terra
não houvesse mais nada para fazer



Luiz Sommerville Junior


* Imagem da pintura Narciso de John William Waterhouse 

3 Response for the "Egocêntrico"

  1. Todo o poeta se revê no seu verso
    Como etéreo reflexo

    Abraço

  2. AC says:

    Parece-me que a poesia procura almejar muito mais...

    Abraço

  3. Tens toda a razão, caro colega egoísta...
    Mais a sério, fazes excelente poesia. Gostei de ler vários, onde o teu talento poético é inegável.
    Um abraço.

Postar um comentário

Beijinhos