Távola De Estrelas: O Teu Trono

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

O Teu Trono

Postado: Luíz Sommerville Junior On segunda-feira, julho 01, 2013 1 Carinhos de Luxo


Quando os meus olhos choram
ninguém vê
- são orações por dentro das águas emocionais -
Quando todo o meu corpo sorri
ninguém vê
- é culto no interior de tudo que é invisível -
porque exprimo nesse silêncio duma só morada
o êxtase da alegria
que é palácio onde reina principesco
o brilho do teu olhar


À Dani com amor , Teu Jo


Luíz Sommerville Junior , A Madrugada Das Flores (Volume II) , 010720130111

Categories:

1 Response for the "O Teu Trono"

  1. Quando eu choro ninguém vê
    mas tu sentes o salgado do meu rosto nos teus lábios
    e nunca sabes se é de amor, saudade ou felicidade,
    digo-te, meu grande amor,
    que cada gota que tempera a tua saliva
    é por ainda estar viva
    e poder viver o nosso imenso amor,
    porque o tempero da vida está neste
    teu abraçar intenço ao dormir,
    no teu roçar na madrugada,
    e no teu tesão matinal
    que nunca me quer acordar...
    Sonho-te nos breves momentos de pura respiração
    onde a apnéia não me consome,
    onde a inveja alheia não nos come...
    e acordo...
    Acordo aproveitando cada momento
    do rijo movimento teu
    e me entrego
    de alegria ou tristeza
    mas acima de tudo
    de tesão
    no nosso louco amor...

Postar um comentário

Beijinhos