Távola De Estrelas: O Silêncio Tem Mãos Doentes

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

O Silêncio Tem Mãos Doentes

Postado: Daniele Dallavecchia On domingo, janeiro 26, 2014 1 Carinhos de Luxo



Madrugada branca
negrura em volta
dos corpos que desmaiam
o silêncio tem mãos doentes,
feridas, frágeis e cansadas
tacteando,em mímica surreal:
algo que há muito se perdeu.
e apenas agarra areias de terra,
frios escorrendo pelo chão
oiço vozes mudas implorando por qualquer coisa
sinto almas vagueando na neve
despedem-se dos corpos sem certezas acerca do etéreo
e tudo é esta terra em que Camões errou
desonrado o canto
desrespeitada a bandeira
gritos que endoidecem
mudez que adoece a sociedade civil
desta negra madrugada
em que numa pálida brancura
o país falece ...




Luíz Sommerville Junior, 260120141637, Eu Canto O Poema Mudo

1 Response for the "O Silêncio Tem Mãos Doentes"

  1. Esta terra onde todos erramos errantes

    às vezes, o silencio são versos feridos, frágeis cansados,
    numa madrugada emudecida

    Abraço

Postar um comentário

Beijinhos