Távola De Estrelas: Sem Senso

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

Sem Senso

Postado: Luíz Sommerville Junior On sábado, janeiro 11, 2014 0 Carinhos de Luxo


Se o meu amor por ti
fosse igual a qualquer sonho
seria o sonho de qualquer amor
ainda que a orquestra
tocasse a valsa
que nos elevasse aos céus
a terra nosso solo
atar-nos-ia e nenhuma dança
dos corpos surgiria
sim, se o meu amor por ti
fosse igual a qualquer sonho
seria o sonho de qualquer amor
mas o amor, meu amor, que de mim
é de ti, por ti e para ti
é apenas ...
igual ao amor
que bate em teu sagrado coração
e contigo ...
nasce o sonho
que é maior que o mundo inteiro
e porque não sei escrever
e porque jamais serei poeta
o meu amor por ti
é analfabeto

(e de olhos fechados minhas mãos escrevem longos delírios na tua carne de flor ...)



Luiz Sommerville Junior, 11 01 2014, 03:00 , Eu Canto o Poema Mudo
Improviso in Luso Poemas

0 Response for the "Sem Senso"

Postar um comentário

Beijinhos