Távola De Estrelas: Alma

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

Alma

Postado: Daniele Dallavecchia On quarta-feira, março 12, 2014 0 Carinhos de Luxo

Por vezes
o grito afoga a voz
gargantilha
em forma de camisa de força
em que a alma prisioneira
vê-se escrava em seu corpo
Quero voar mas os pés não se soltam
quero correr mas o corpo pesa
quero mergulhar mas os órgãos não aguentam
Oh, pobre de mim!
tão imperfeita
num mundo para se sofrer, crescer
E quanto mais abro os olhos
mais vejo que até um percevejo
criatura pequena de Deus
é mais feliz que eu
Sim, aceito minha atual condição
é só essa vida assim
e a vida é tão curta
comparada com a eternidade
não haverá mais grilhões para mim
se a simples sabedoria em descobrir
o real significado das palavras
sentir, doar, crescer, amar
intimamente, eu consiga alcançar
A sabedoria é luz
que cega os ignorantes
e mesmo os que são amantes
da cultura outorgada,
por vezes, afastam-se
daquilo que se é a filosofia acertada
do foco em Deus
onde só os grandes espíritos
que em muito são e pouco monstram-se.
conseguem alcançar tais ensinamentos
"orar, ler, ler, ler, reler, agir"
A humildade é a virtude dos grandes mestres.


Daniele Dallavecchia, 12032014.0028

0 Response for the "Alma"

Postar um comentário

Beijinhos