Távola De Estrelas: Caligrafando Dallavecchia

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

Caligrafando Dallavecchia

Postado: Luiz Sommerville Junior On domingo, agosto 24, 2014 2 Carinhos de Luxo


Um dia 
vi a minha morte
podia ser o título
de uma poesia
mas era tão horrível
que chamar-lhe 
rodapé de cinzas
seria um elogio

Nesses dias sombrios
vi também, o meu cadáver
mais de cinquenta anos
de ossadas enterradas
num cemitério de sonhos
mas ainda
estou aqui
- é a minha vida!

e...

Porque acreditei e acredito
no milagre
tu surgiste e és
a profecia anunciada
no dia em que eu nasci
amo-te
até que um outro dia
até que uma outra hora
a minha morte
liquide todos os movimentos
e eu abandonado
ao vazio do meu corpo morto
preencha o espaço
(desconhecido?)
dentro do mundo
onde buscarei desesperadamente...
o interior do teu olhar
e então
pela primeira vez deitado
no teu vestido feito de estrelas
a luz da tua divina criação
escreverá nas galáxias
o nome que adoptei
para que
o meu e o teu lado
sejam eternamente
o universo
brindado
no big-bang
do teu ser amado.



Luiz Sommerville Junior(Por dupla consoante e dupla vogal recuperado), 23082014,19:59 

Obrigado, amor!



Luis Sommerville Junior, Antologia , 1964-2014

2 Response for the "Caligrafando Dallavecchia"

  1. Meu amor, eu já havia lido quando vc jogou fora e isso foi um golpe duro, mas salvei assim mesmo, porque tudo o que vc escreve é para mim como jóia de ouro, raro e valioso.
    Não sei se copiei tudo correto, queria que vc corrigisse, porque algumas vezes não compreendo sua letra.
    O poema é lindo demais, é uma história de amor como nenhuma outra.

    beijo, te amo!
    tua mulher

  2. Meu amor, jamais irei esquecer o dia em que você adotou meu nome de família : 12.09.2012 . 12h , foi lindo e inesquecível! Obrigada por ser esse marido maravilhoso, o meu eterno Jojó. te amo, meu Jorge Dallavecchia, sempre e pra sempre. beijo da tua Dan

Postar um comentário

Beijinhos