Távola De Estrelas: Barquinhos de Papel II

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

Barquinhos de Papel II

Postado: Daniele Dallavecchia On sexta-feira, setembro 26, 2014 1 Carinhos de Luxo


Sabes , meu doce amor ,
quando fui criança, a rua carregava em seus ombros
os belos rios que a chuva de Fevereiro
espalhava ao longo das alamedas povoadas de frondosas árvores,
na sua parte mais alta nascia o encanto duma viagem
construída pela imaginação de pequeninos Vasco´s da Gama
colocavam-se as canoas construídas com as folhas em branco
dos cadernos escolares
que num ápice venciam as ondas rasas,
enxurrada dos céus,que rolavam desenfreadamente pela calçada
eu desatava a correr , seguindo com dificuldade, a rota delas ,
até ao ponto em que o caudal estreito se alargava
formando uma enseada, espelho d água, onde todos os navegadores
paravam maravilhados, em contemplação!,
por haverem conquistado no meio da tempestade
a serenidade, a paz de espírito e a alegria
apenas ...
com um barquinho de papel ...



Luiz Sommerville Junior(JouElam), 140220121014

1 Response for the "Barquinhos de Papel II"

  1. Van says:

    Todos temos nossos barquinhos de papel.
    JouElam, obrigada por fazer-me lembrar os meus nessa enseada em que vim dar.

    Beijo nos dois

Postar um comentário

Beijinhos