Távola De Estrelas: Dos sentidos I

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

Dos sentidos I

Postado: Daniele Dallavecchia On domingo, janeiro 29, 2017 0 Carinhos de Luxo



Amar e ser amado
eis o sonho de toda a gente
Planos feitos
ao longo da vida
uma vida inteira
que logo passa
e se abafa
quando chega
a hora derradeira

A maior parte das vezes
amamos tanto e tanto
a pessoa errada,
buscando tudo
num quase nada
procurando amor
num gesto, numa palavra,
uma centelha qualquer
da beleza desejada
E gritamos
aos quatro cantos do universo
sofrendo em prosa,
chorando em verso
E quantas paixões
inventamos
para não ter a solidão
como companheira
limitando-nos
a divagar em vão
uma noite inteira.
O trago amargo
no fim da noite
esperando uma mensagem
nota verdadeira
que me faça sonhar
com o futuro que não vejo
mais um gole, por favor
do fruto fermentado da videira
e que eu me ache logo
antes do amanhecer
antes de perder
a vida breve que me tem
essa vida rota e passageira.

Categories:

0 Response for the "Dos sentidos I"

Postar um comentário

Beijinhos