Távola De Estrelas: Nosso

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

Nosso

Postado: Luiz Sommerville Junior On sábado, outubro 29, 2011 5 Carinhos de Luxo

Nasceste
para cantar
as frases que me sorriem
na intimidade doirada
da mais longa tradição:
amar é tão original
quanto a brisa beijando
as folhas dos plátanos
Nasceste
para bailar
copa frondosa da cerejeira
em júbilo no teu lenço beijado
Nasceste
para conjugar
a dança e a canção
numa só oração , movimento ...
do tu e eu em nós
-ó sagrado do escutar-
do tu e eu em nós
-ó divino do contemplar-
do nosso em tudo
de Deus a misturar-
-nos
nús ...
no tempo ...
Luiz Sommerville Junior  , 160520110342


A Madrugada das Flores

 Obrigado,meu amor,por este dia inesquecível

5 Response for the "Nosso"

  1. Acordar, abrir os olhos e ver o teu rosto, é a mais bela visão do mundo. Tens o sono dos anjos, na delicadeza dos gestos infantis. Teu abraço matinal e teu jeito de perguntar: hoje eu já disse que te amo?
    Falando nisso, eu já disse que te amo hoje?
    Te amo demais, meu meiguinho. Obrigada por tudo o que você faz por mim.
    beijo da tua Dan

  2. Evanir says:

    A vida é magia e encanto.. é preciso preservar a beleza dos nossos corações.
    Saber olhar com pureza de alma respirar como se nascêssemos a cada instante!
    A felicidade e a Magia é algo, que entra em nossas vidas, com total explêndor.
    Hoje sinto que renasci novamente estou muito feliz por isso
    estou aqui .
    Carinhosamente convido você a ler a postagem do meu blog.
    Aquilo que pode parecer pouco para muitos
    para mim é tudo de bom que poderia acontecer nessa fase
    da minha vida.
    Gostaria muito de ler seu comentário no meu blog.
    Uma linda semana beijos.
    Evanir(EVA)
    Estarei aqui amanhã pedindo poema.
    Aguardo vc no meu blog.

  3. Querido amigo e querida amiga

    Amar é mergulhar
    no mais sagrado do outro.
    É saber que por mais que se ame,
    nunca será o bastante.
    É dançar a música da vida,
    mesmo sabendo que a mesma não é infinita.

    E assim encontrar para o outro
    a possibilidade de buscar em nossa vida,
    o seu sentido...

    Que a luz da vida
    esteja sempre em teu olhar.

  4. Lúcida expressão de realismo e imagens muito bem trabalhadas. Belíssimos versos sempre nos renovam a sensação de poder viver algo que não compreendemos muito bem, talvez o espírito da arte seja-nos aquilo tudo qual rumaremos um dia.

    Sucesso Literário.

    Marcelo Portuária

    Visitem: alfarrabiosdeoutrora.blogspot.com
    cidadaniadoscapitais.blogspot.com

  5. Malu says:

    Se nasceste para conjugar a dança e a canção nada mais há de necessário, pois assim os corpos se fundem e caminhas no mais puro equilíbrio.
    Que belo poema.
    Grata minha amiga, pela sua presença em meu cantinho, sempre.
    Abraços

Postar um comentário

Beijinhos