Távola De Estrelas: "Water-Room"

Távola De Estrelas

Poesia Do Céu Da Boca

* Sempre DS*SD erpmeS *

Távola De Estrelas, Poesia Do Céu Da Boca, Para Mastigar Devagarinho, Deve Ser Servida À Noite E Acompanhada Dum Bom Vinho Tinto...

"Water-Room"

Postado: Luiz Sommerville Junior On domingo, agosto 10, 2014 1 Carinhos de Luxo


 não me lembro d´ontem
"da ocidental praia lusitana"
nesta minha amnésia quinhentista
sei que existes - ó estrofe lusíada !
mas não sei se existe o teu tempo ...
e ... sei ... que não existe mais
a caravela que te ergueu - ó epopeia !
agora , em arremesso desesperado ,
o pescador , lança a rede ...
e ,como se fora oráculo,
pesca
o mar morto




Luíz Sommerville Junior , 060820141715

1 Response for the ""Water-Room""

  1. My love, será o mar morto destes versos o prenúncio do que vive além,vivo, intenso, colorido...dentro de nós, onde nenhuma lente curiosa consiga enxergar a luz que preenche espaços cristalinos que preenchem o mar vivo da nossa eterna paixão. Esconde o anzol, não avisa ao pescador do mar lindo que vive em nós, com maravilhosa e colorida fauna de estrelas, uma lua escondida dentro duma concha, que tímida, fez dali sua morada e, quando anoitece embaixo dos nossos olhos, a lua tímida sai com seu sorriso lunar para nos contar as historias vividas de todas as marés. Sabe ela de nós, mas não sabem os pescadores que vivem na supefície, porque nós temos e sentimos, está guardado no mais profundo dr nós. E sabe, meu amor, quem tem a chave? Ah, eu sei, sei... Te amo! Beijo da tua mulher apaixonada

Postar um comentário

Beijinhos